Telefone: (73) 3292.8513

As diferenças entre Curso Técnico e Curso Profissionalizante

Uma das principais diferenças entre um curso técnico e um curso profissionalizante é quanto à aprovação do Ministério da Educação (MEC). Os cursos técnicos devem ser aprovados pelo MEC, enquanto que os profissionalizantes não possuem essa necessidade, já que não emitem diploma de conclusão de curso. Ou seja, os alunos que decidirem fazer um curso profissionalizante receberão um certificado constando a carga horária e o tipo de curso realizado, além da assinatura do representante da instituição que aplicou o curso, porém, esse certificado não tem validade perante o MEC. Por outro lado, os alunos formados em um curso técnico, além de receberem o certificado com as horas e as disciplinas concluídas, também recebem um diploma que garante a formação técnica.

Os cursos técnicos costumam exigir que o aluno, para poder receber o diploma, concluam uma carga horária mínima de estágio e um trabalho de conclusão de curso, como um projeto ou uma pesquisa na área. Os cursos profissionalizantes, normalmente, não tem essa exigência.
Além disso, os cursos técnicos também tem a obrigatoriedade de que os alunos tenham concluído ou estejam cursando o ensino médio para poderem ingressar nos cursos. Há três formas de concluir o curso técnico:
•    Concomitante: Quando o aluno cursa o ensino médio e o ensino técnico ao mesmo tempo, porém em instituições diferentes.
•    Integrado: Quando o curso é, ao mesmo tempo, ensino técnico e médio.
•    Subsequente: Quando o aluno ingressa no curso técnico após a conclusão do ensino médio.

Os cursos técnicos também possuem uma carga horária maior, ou seja, os alunos que ingressam em um curso de nível técnico devem cumprir maior número de horas por aula do que aqueles que optam por um curso profissionalizante.

 

Fonte: Mundo Vestibular

NOVIDADES